quarta-feira, julho 24, 2024
HomeCulturaA Igreja Matriz de Itajaí: Um Tesouro Religioso e Cultural

A Igreja Matriz de Itajaí: Um Tesouro Religioso e Cultural

A igreja Matriz do Santíssimo Sacramento é um tesouro infinito, no sentido religioso e cultural para a história de Itajaí.

No dia 15 de novembro de 1955, foi inaugurada e construída no estilo neogótico e românico. A igreja foi decorada por artistas italianos Emilio Sessa e Aldo Locatelli, assim foi considerada um dos maiores monumentos artísticos e culturais de Itajaí.

A cidade se tornou destaque com a igreja Matriz, com arquitetura neogótica, junto com arcos romanos e seis torres. No total são 55 vitrais que formam três séries das janelas, em relação à entrada um imensa rosácea vitral. Se tornando um território de fé, arte e memória.

 

Nos Bastidores da construção da Igreja Matriz

 

A sua construção se iniciou em 1940 pelo vigário Padre José Locks, com o arquiteto alemão Simão Gramlich, sendo uma referência como construtor de diversas igrejas de Santa Catarina. O vigário Monsenhor Vandelino Hobbold contribuiu com o seu trabalho para a conclusão da igreja.

Na construção foram utilizados 700 mil tijolos no total, sendo organizados em uma área de 30 metros em largura por 60 metros de comprimento, ou seja, valeu a pena ser inaugurada em 1955, pelo esforço e dedicação de todos.

Igreja Matriz de Itajaí-dentro

 

A igreja Matriz em sua riqueza religiosa e artística

 

A igreja matriz traz consigo uma riqueza imensa sendo na religiosidade e beleza artística, que encanta a todos em um momento inesquecível.

A Fé e a religião sempre estiveram unidas e de mãos dadas com a arte. Em Itajaí, os primeiros moradores com origem portuguesa, sendo das Ilhas dos Açores trouxe entre eles a sua religião católica, que se espalhou por toda a foz do rio Itajaí-Açu.

O que sempre esteve presente foi a arte, na edificação da Igreja Matriz, permanecendo nas capelas, objetos sagrados, presbitérios ou seja, tudo que esteja ligado a religião.

Com a arte exposta na Igreja Matriz só foi presente através do escultor Erwin Teichmann, o vitralista Martin Obermeyer, o arquiteto Simão Gramlich e os pintores Emílio Sessa e Aldo Locatelli.

Com toda a beleza desta igreja, a sua história nos trouxe uma identidade marcante, com lembranças jamais esquecidas e expressadas na arte e religião, gravados para sempre na memória.

✅ Leia também: Museu de Itajaí: Uma Jornada vindo das raízes do Museu Histórico

RELATED ARTICLES

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Most Popular

Recent Comments